imagem que representa a logomarca do Dr. André Ferrari
imagem que representa um ícone de relógio HORÁRIO DE ATENDIMENTO
Segunda a sexta: das 8h às 18h

Qual exame detecta metástase óssea?

Postado em: 19/06/2024

Qual exame detecta metástase óssea?

Como especialista em Oncologia Ortopédica, lido frequentemente com o diagnóstico e tratamento da Metástase Óssea, um cenário comum em pacientes que possuem câncer avançado de outras modalidades. 

Metástases nos ossos podem surgir de vários tipos de câncer, incluindo aqueles originados nas mamas, pulmões, próstata, rins, tireoide e cólon. 

Hoje quero conversar com mais detalhes sobre o diagnóstico dessa condição, comentando alguns dos exames que podem ser utilizados. Continue a leitura para conferir!

Locais comuns de metástases ósseas

As metástases podem ocorrer em qualquer osso, mas há locais que são mais propensos a serem afetados devido à sua vascularização e características físicas. 

A coluna vertebral é o local mais frequente de metástase óssea, mas outras áreas comumente envolvidas incluem a pelve (osso do quadril), o fêmur (osso da perna), o úmero (osso do braço), as costelas e o crânio.

Sintomatologia das metástases

Inicialmente, a “Metástase Óssea” pode ser assintomática, mas frequentemente progride para causar dor intensa e podem levar a fraturas nos ossos enfraquecidos pelo câncer. 

O diagnóstico de uma metástase óssea

Seja para detectar câncer na coluna vertebral ou em outra região do corpo, o diagnóstico de metástases ósseas é um processo multifacetado que requer a utilização de diferentes modalidades de exames de imagem e testes laboratoriais para determinar a presença e a extensão da disseminação do câncer para os ossos. 

A escolha dos exames depende de vários fatores, incluindo os sintomas do paciente, o tipo de câncer primário e a localização das metástases suspeitas.

Exames de imagem 

Exames de imagem podem incluir:

  • Raio X: Como primeira linha de investigação, o raio X pode rapidamente revelar áreas onde os ossos podem ter sido enfraquecidos por metástases. Isso é especialmente útil para identificar fraturas patológicas, que são fraturas que ocorrem em ossos enfraquecidos pela doença, em vez de por trauma.
  • Cintilografia óssea: Utiliza materiais radioativos para detectar áreas de atividade óssea anormal. É particularmente sensível para identificar metástases, mesmo antes que elas se tornem visíveis em raios X.
  • Tomografia computadorizada (TC): Fornece uma imagem detalhada que pode ajudar a avaliar a extensão das metástases ósseas. A TC é superior ao raio X na visualização de estruturas ósseas complexas e na avaliação da extensão das lesões dentro do osso.
  • Ressonância magnética (RM): Oferece uma excelente visualização dos tecidos moles e é crucial para avaliar a medula espinhal, caso haja suspeita de compressão ou invasão por células cancerígenas. A RM é inestimável para planejar tratamentos que possam necessitar de uma abordagem cirúrgica precisa.
  • Tomografia por emissão de pósitrons (PET scan): Combina imagens metabólicas com imagens anatômicas, permitindo uma visualização detalhada da atividade biológica das metástases. Este exame é particularmente útil para diferenciar tecido ósseo reativo de lesões metastáticas ativas.

Testes laboratoriais

Podem ser feitos:

  • Exames de sangue: A análise de marcadores bioquímicos, como o cálcio sérico e a fosfatase alcalina, pode indicar a atividade metabólica óssea e ajudar a confirmar a presença de metástases ósseas. Elevações desses marcadores podem sugerir a destruição óssea ativa causada por metástases.
  • Exame de urina: A medição de N-telopeptídeo pode ajudar a quantificar a extensão da reabsorção óssea, oferecendo um indicativo valioso sobre a atividade da doença metastática.

Biópsia

A biópsia é essencial para confirmar definitivamente a presença de células cancerígenas nos ossos. 

Uma amostra de tecido é coletada e examinada sob microscópio para identificar a origem das células cancerígenas, o que é crucial para determinar a abordagem terapêutica mais adequada.

Consulta especializada

É fundamental que os pacientes procurem especialistas com experiência na área. O médico deve oferecer diagnósticos precisos e planos de tratamento personalizados que consideram as necessidades individuais de cada paciente. 

Além da personalização das práticas clínicas, outro ponto muito importante é o apoio emocional. Incentivo o suporte psicológico para o paciente, que também faz uma grande diferença no seu bem estar.

Em resumo, o diagnóstico e a intervenção eficazes são fundamentais para melhorar a qualidade de vida e gerenciar eficazmente a metástase óssea. Faça acompanhamentos e não deixe de buscar ajuda!

O que achou do conteúdo? Para mais informações sobre meu trabalho, você pode entrar em contato pelo WhatsApp!

Dr. André Ferrari de França Camargo
Oncologia Ortopédica
CRM 124.892 | RQE 68641 

Leia também:

Este post foi útil?

Clique nas estrelas

Média / 5. Votos

Seja o primeiro a avaliar este post.


imagem que representa a logomarca do whatsapp