imagem que representa a logomarca do Dr. André Ferrari
imagem que representa um ícone de relógio HORÁRIO DE ATENDIMENTO
Segunda a sexta: das 8h às 18h

Como tratar tumor ósseo benigno?

Postado em: 03/07/2024

Como tratar tumor ósseo benigno?

Como médico especializado em oncologia ortopédica, frequentemente me deparo com pacientes preocupados após receberem um diagnóstico de Tumor Benigno

Hoje, gostaria de compartilhar com vocês informações sobre esses tumores, suas implicações e as opções de tratamento disponíveis. Continue a leitura para conferir!

O que é um tumor benigno nos ossos?

Um “Tumor Benigno” nos ossos é uma massa composta por células que se multiplicam de maneira anormal, porém controlada, dentro do osso. 

Diferentemente dos tumores malignos, os benignos crescem de forma mais lenta, não invadem tecidos próximos e não se espalham para outras partes do corpo. 

Embora sejam menos agressivos do que os tumores cancerígenos, porém, eles ainda podem causar problemas e requerem monitoramento e, em alguns casos, tratamento.

Tipos comuns de tumor ósseo benigno

Há vários tipos de tumores ósseos benignos, cada um com características distintas:

  • Osteocondroma: O mais comum durante a fase de crescimento e maturação óssea, frequentemente encontrado perto das extremidades dos ossos longos, como os que estão próximos ao joelho.
  • Osteoma osteóide: Predominantemente visto em homens jovens, esse tumor geralmente afeta os ossos longos das pernas.
  • Econdroma: Mais recorrente em mulheres, esse tumor se desenvolve na medula óssea das mãos, pés e ossos longos.
  • Osteoblastoma: Também visto comumente em homens jovens, geralmente se forma na coluna vertebral.

Sintomas de tumores benignos nos ossos 

Muitos casos de tumor benigno nos ossos são assintomáticos e descobertos incidentalmente durante exames para outras condições. No entanto, quando sintomáticos, os sinais podem incluir:

  • Dor e inchaço: A região afetada pode se tornar dolorida e inchada à medida que o tumor cresce.
  • Saliência visível: Em alguns casos, o tumor pode ser sentido como uma massa sob a pele.
  • Enfraquecimento do osso: O crescimento do tumor pode enfraquecer o osso, aumentando o risco de fraturas.

Diagnóstico e tratamento de tumores ósseos benignos

O diagnóstico é frequentemente realizado através de exames de imagem, como radiografias, ressonâncias magnéticas ou tomografias computadorizadas. Esses exames ajudam a determinar a localização exata e o tamanho do tumor. 

Um hemograma completo também pode ser solicitado para descartar outras condições médicas.

O tratamento de tumores ósseos benignos é altamente personalizado e considera diversos fatores específicos ao paciente e à própria natureza do tumor. Aqui estão as principais estratégias que adoto para gerenciar essas condições.

Monitoramento

Para tumores que são pequenos, assintomáticos e descobertos acidentalmente durante exames para outras condições, o monitoramento regular é muitas vezes a abordagem mais apropriada. 

Isso inclui realizar exames de imagem periodicamente, como raios-X, ressonância magnética ou tomografia computadorizada, para observar qualquer mudança no tamanho ou na aparência do tumor que possa sugerir um comportamento mais agressivo ou uma transformação para malignidade, o que é raro, mas possível. 

O monitoramento contínuo ajuda a garantir que qualquer mudança negativa na condição do tumor seja detectada precocemente, permitindo uma intervenção mais rápida.

Cirurgia

A cirurgia é indicada para tumores que causam sintomas significativos, como dor persistente, limitação de movimento ou que apresentem risco de fraturas ósseas devido ao enfraquecimento do osso. 

A técnica cirúrgica utilizada dependerá da localização exata e do tamanho do tumor. Em alguns casos, pode ser possível realizar uma ressecção local, onde apenas o tumor é removido. 

Em situações mais complexas, partes do osso adjacente podem precisar ser removidas e subsequentemente reconstruídas com enxertos ósseos ou implantes ortopédicos para manter a integridade e a funcionalidade do osso afetado.

Medicação

Para aliviar os sintomas como dor e inflamação causados pelo tumor, medicamentos podem ser prescritos. Esses medicamentos são úteis especialmente para pacientes que têm sintomas leves ou que, por alguma razão, não são candidatos à cirurgia imediata. 

Em alguns casos, a terapia medicamentosa pode ser usada como uma solução de longo prazo ou até que a cirurgia possa ser realizada de forma segura.

Considerações

Em todos os casos, a decisão sobre o melhor curso de tratamento deve ser tomada após uma discussão detalhada entre o médico e o paciente, levando em consideração as preferências do indivíduo, os riscos associados a cada tipo de tratamento e o impacto potencial na qualidade de vida. 

Além disso, aconselhamento sobre mudanças no estilo de vida, como ajustes na atividade física e na nutrição, podem ser necessários para apoiar a saúde óssea geral.

Se você tem um tumor benigno nos ossos, te encorajo a discutir todas as suas opções e preocupações para que possamos juntos escolher a abordagem de tratamento mais adequada e confortável. Embora essa condição não seja tão grave quanto uma massa cancerígena, seu manejo cuidadoso é crucial para prevenir complicações.

Entre em contato pelo WhatsApp para agendar uma consulta! Será um prazer te receber.

Dr. André Ferrari de França Camargo
Oncologia Ortopédica
CRM 124.892 | RQE 68641 

Leia também:

Este post foi útil?

Clique nas estrelas

Média / 5. Votos

Seja o primeiro a avaliar este post.


imagem que representa a logomarca do whatsapp